Karlla Naynna – Unicidade Lyrics

Equidade, peculiaridade
Unicidade, singularidade
Tô consumindo amor próprio sem moderação
De quem espia minha vida exijo remuneração
Falado : Equilibre-se entre escolha e consequência, não se perca nem se intimide entre o conforto da mesmice e o confronto das mudanças Sou ser completo, de ninguém como poeira
Sou prioridade, removi a viseira
Estou no controle, minhas lágrimas são ouro em pó
Pra quem torce contra lamento, tenho dó
Não preciso de plural pra ser feliz
Eu me basto, corto o mal pela raiz
Meu tempo é precioso por isso invisto n’eu
Enquanto triunfo tu confina na teia que teceu
Eu me amo, eu me valorizo
Eu me apoio, eu me trato bem
Eu não me traio, meu trunfo é o sorriso
O que eu faço não é da conta de ninguém
Quando pensam que venceram me regenero
Todo dia evoluo, aprimoro e me supero
Desci nas profundezas do caos mas submergi
Pra quem não contava com minha astúcia firme e forte oh, eu aqui!